Postado por: Rubens Ennes domingo, julho 16


"Fez Gideão descer os homens às águas. Então, o Senhor lhe disse: Todo que lamber a água com a língua, como faz o cão, esse porás à parte, como também a todo aquele que se abaixar de joelhos a beber. Foi o número dos que lamberam, levando a mão à boca, trezentos homens; e todo o restante do povo se abaixou de joelhos a beber a água.” (Juízes 7.5-6)

Quando se sofre uma derrota inesperada é comum alguém se perguntar: "Mas, o que foi que eu fiz para merecer isto? Onde foi que eu errei, que pecado cometi?" Embora, sabemos que há sofrimentos decorrentes da desobediência a Deus, nem todo fracasso tem origem nos pecados cometidos.

Quando Gideão anunciou que os tímidos e medrosos deveriam se retirar para suas casas, restaram apenas 10 mil homens para pelejar contra o inimigo. Deus ordenou que aqueles homens fossem levados à fonte de águas, e caberia a Gideão observar e separar cada um segundo a maneira que bebessem água. Naquele dia, o espírito de cada um foi colocado à prova e somente trezentos homens se mostraram aptos para o combate. O que causou a reprovação e exclusão dos outros nove mil e setecentos não foi nenhum pecado, mas, a maneira como beberam a água.

A maneira como desempenhamos uma tarefa revela muito sobre o nosso espírito naquele momento. Quando estamos animados, nos esforçamos em ser excelentes no que fazemos, mas, se houver em nós uma raiz de preguiça, a tendência que o nosso desempenho seja medíocre para o que é obrigatório e inexistente para o que for opcional.


Aqueles homens haviam saído da caverna atendendo a uma convocação para a guerra e precisavam estar focados no que estava por vir, no entanto, a maneira relapsa com que beberam parece apontar para uma falta de disposição e comprometimento com o objetivo que era a vitória. Deus não precisa de condições favoráveis para operar Suas maravilhas, mas, espera que o homem se posicione diante do Seu chamado e tenha disposição para crer e obedecer. Podemos não ter condição para vencer, mas, não pode faltar em nós a disposição para lutar.






*Para mais mensagens da série "Saindo da Caverna" clique AQUI.









Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu