Postado por: Rubens Ennes domingo, março 26


Qual é a visão que você tem a respeito de si mesmo? Você se vê como uma pessoa sábia e inteligente? Segundo o seu ponto de vista, quais são as evidências de que alguém é dotado de atributos tão elevados como a sabedoria e a inteligência?

"Quem entre vós é sábio e inteligente? Mostre em mansidão de sabedoria, mediante condigno proceder, as suas obras." (Tiago 3.13).

Na maneira como conduzimos cada situação de nosso dia a dia, especialmente quando a ocasião envolve alto nível de estresse, podemos observar se possuímos ou não as virtudes citadas acima. A nossa estrutura emocional e espiritual é exposta sempre que somos pressionados, por isto, os momentos críticos da vida são necessários e de grande valia para nosso autoconhecimento. Ou teria cabimento eu me considerar uma pessoa centrada, se meu equilíbrio emocional dura até que alguém me contrarie, aponte minha falha e ponha o dedo na minha ferida?

Convenhamos, é fácil manter a mansidão e agir com humildade quando tudo parece estar sob nosso controle. Mas, ao longo de nossa vida, passaremos por inúmeras circunstâncias que exigirão de nós o que no momento parecerá impossível, que mantenhamos a calma e tomemos a decisão mais sábia e inteligente. A tendência, no entanto, é que nossa tolice e insensatez falem mais alto nestas horas. Com a cabeça quente e os sentimentos aflorados, costumamos enfiar os pés pelas mãos e sempre que nos falta mansidão, acabamos falando e fazendo o que não deveria.

Nosso futuro é afetado diretamente pela forma que reagimos às situações contrárias, a cada momento podemos estar garantindo ou comprometendo a nossa felicidade. Às vezes, na tentativa de se resolver um problema, corremos o risco de estar criando outros piores.

"Se, pelo contrário, tendes em vosso coração inveja amargurada e sentimento faccioso, nem vos glorieis disso, nem mintais contra a verdade. Esta não é a sabedoria que desce lá do alto; antes, é terrena, animal e demoníaca. Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins." (Tiago 3.14-16).

Por não ter conhecido até hoje uma única pessoa que seja assumidamente invejosa, arrogante, fofoqueira ou desequilibrada, estou convicto do quanto somos míopes quando o assunto é examinar a nós mesmos. Queremos ter nossa intelectualidade reconhecida e poder nos gabar do quanto somos sábios, mas, nos recusamos a admitir que também agimos por vaidade e com estupidez. Não relute em confessar a fraqueza existente no interior de todos nós, brigar com os fatos é mentir contra a verdade.

Como temos lidado com os inconvenientes da vida? Como reagimos quando somos atacados com ofensas e calúnias? E quando somos contrariados ou confrontados, qual tem sido o nosso proceder? Se respondermos com sinceridade a perguntas tão pertinentes, poderemos chegar a um diagnóstico mais preciso do estado que se encontra a nossa alma.

"Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera." (Tiago 3.17).


Se quisermos experimentar a plena paz e a vida verdadeira que somente o Espírito Santo pode dar, precisamos pautar todas nossas escolhas segundo a Sabedoria do Alto, reafirmando assim, a nossa dependência de Deus.













Comentários
1 Comentários

{ 1 comentários ... read them below or add one }

  1. É verdade! Agente só consegue se conhecer quando somos tentados.

    ResponderExcluir

Para o Sentido Único, sua opinião é muito importante. Deixe seu comentário!

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu