Postado por: Rubens Ennes sábado, agosto 27



Porque Deus sempre escolheu aqueles que eram desprezados ou os que não tinham nenhum valor aos olhos do mundo?  O Todo Poderoso escolhe pessoas improváveis para que ninguém fique a contar vantagens e a Sua glória não seja tocada. O Senhor conhece a natureza do homem que tende a se envaidecer quando se torna bem sucedido em algo.

Irmãos, reparai, pois, na vossa vocação; visto que não foram chamados muitos sábios segundo a carne, nem muitos poderosos, nem muitos de nobre nascimento; pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes; e Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são; a fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus. (1Co 1.26)

Embora ninguém goste de ser contrariado, a salvação de nossa alma corre menos riscos nos desertos e nas repreensões. E o oposto também se faz verdadeiro, quando temos um aparente sucesso nossa vaidade tende a aflorar, significa que é hora de vigiar ainda mais!
Antes de ser ungido o primeiro rei da história de Israel, o jovem Saul era consciente de que não tinha as credenciais para ser um rei. Ele não teve nobre nascimento, vinha de uma família pobre e pertencia a menor das tribos de Israel. No entanto, já no segundo ano de seu reinado desobedeceu a Deus oferecendo sacrifício antes do profeta chegar, como se a  sua posição lhe desse a liberdade para fazer tudo do seu jeito. E quando repreendido por Samuel, não demonstrou arrependimento, mas, procurou se justificar. Onde estava agora, aquela humildade do princípio? (1Sm 9.21; 13.1,8-14)

A partir deste ponto, Saul em nenhum momento se humilha em busca de um conserto com Deus, mas, passa a lutar com as forças de seu braço para não perder o reinado e o título de rei. Saul nunca compreendeu que a maior que riqueza que havia recebido não era a sua coroa de Rei, mas, o Espírito do Senhor que havia se apossado dele e o mudado em outro homem. Mas, assim como um dia fora transformado pelo Espírito de Deus, com o tempo, se deixou deformar por um orgulho que o cegou e  o destruiu.


Rubens Ennes





Leia também:









Comentários
1 Comentários

{ 1 comentários ... read them below or add one }

  1. Gosei muito desse post. Já sigo o blog ha um bom tempo, porem nunca deixava aaqui a minha opnião, foram varias mensagens que vieram de encontro a mim e que tem me ajudado. Obrigada mesmo :)

    ResponderExcluir

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu