Postado por: Rubens Ennes quinta-feira, agosto 11



Viver em comunhão com Deus é algo tão maravilhoso que chega a ser difícil de explicar. Esta condição espiritual faz com que a aflição da alma seja substituída por uma paz que excede todo entendimento, o peso da culpa é transformado em consciência limpa e o medo de morrer se torna certeza da salvação. Somente quem já experimentou, sabe do que estou falando, mas a pergunta que fica é: até quando isso vai durar? Muitos só permanecem na presença de Deus enquanto:

  • - Tudo estiver dando certo. Parece que está proibido as coisas não saírem conforme a pessoa planejou. Se os seus caprichos não forem atendidos, pronto, isto já se torna motivo para a pessoa virar as costas para Deus;
  • - Enquanto o problema oferecer algum risco mais sério. Infelizmente, o medo de perder faz algumas pessoas “andarem na linha” por um tempo, mas, após tudo se normalizar, voltam a levar uma vida alheia à vontade de Deus;
  • - Enquanto não forem tentados mais intensamente. Muitos já balançaram em tentações anteriores, e ao invés, de redobrarem a vigilância para blindar a sua fé, continuam displicentes com sua vida espiritual.
  • - Enquanto estão sozinhas. Às vezes, basta o indivíduo começar a namorar para o Senhor Jesus ficar em segundo plano;
  • - Enquanto a  família não começar a perseguir. Estes, são os que caem no erro de querer agradar a todos;
  • - Enquanto o que for pregado na igreja for apenas o que convém. O tapa da verdade dói, mas é necessário. Embora, poucos compreendam isto.

Estes são apenas alguns exemplos de uma lista quase interminável. Você se impressionaria com a banalidade das razões que levam muitos a se esfriarem na fé e se afastarem do Criador.

Logo após obter uma grande vitória que só foi possível por causa da intervenção Divina (2 Cr 14.8-12), o rei Asa e todo o povo de Judá foram alertados pelo Espírito de Deus: 
Ouvi-me, Asa, e todo o Judá, e Benjamim. O SENHOR está convosco, enquanto vós estais com ele; se o buscardes, ele se deixará achar; porém, se o deixardes, vos deixará.”  (2 Cr 15.2)  
Caberia apenas ao rei e ao povo de Judá o cuidado para manter a chama da fé acesa. Enquanto honrassem ao Altíssimo com o primeiro lugar em suas vidas, também seriam honrados com a proteção e o cuidado do Deus de Israel. 

Até quando estaremos “bem” com Deus? Enquanto buscá-lo, a Ele que vamos encontrar. Se deixarmos de buscá-lo, certamente, iremos encontrar qualquer coisa, menos Ele. Simples assim.
















Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu