Postado por: Rubens Ennes quarta-feira, novembro 11



Devemos reconhecer que muitos de nós não somos perseverantes na oração e nos cansamos de orar quando não somos respondidos rapidamente. A história de hoje nos deixa um grande exemplo sobre os benefícios de perseverar na oração. 

“Ora, partindo Jesus dali, retirou-se para as regiões de Tiro e Sidon. E eis que uma mulher cananeia, provinda daquelas cercanias, clamava, dizendo: Senhor, Filho de David, tem compaixão de mim, que minha filha está horrivelmente endemoninhada. Contudo ele não lhe respondeu palavra. Chegando-se, pois, a ele os seus discípulos, rogavam-lhe, dizendo: Despede-a, porque vem clamando atrás de nós. Respondeu-lhes ele: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. Então veio ela e, adorando-o, disse: Senhor, socorre-me. Ele, porém, respondeu: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos. Ao que ela disse: Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. Então respondeu Jesus, e disse-lhe: ó mulher, grande é a tua fé! Seja-te feito como queres. E desde aquela hora sua filha ficou sã”. (Mateus 15:21-28)

Ali estava uma mulher com sérios problemas, quando uma mãe tem um filho afligido por doenças, ou como neste caso, possessão de demônios, não há dúvidas de que esta mulher está em sérios problemas. Foi o caso desta mulher Cananéia, o evangelho de Marcos diz que ela era grega (Mc 7:26) não apenas a sua língua, mas também a sua cultura era grega, ela não era israelita não pertencia aos pactos e promessas do povo de Israel, em outras palavras, não tinha direito de receber um milagre.

Observe que o Senhor Jesus não respondeu de imediato aquela mulher, porém, ela continuou pedindo, ou melhor gritando, para poder ser ouvida. Por isso os discípulos pediram ao Senhor para que a despedisse para que ela deixasse de gritar, em outras palavras, que deixasse de incomodar. O texto não diz que eles pediram para que Ele respondesse o seu pedido, simplesmente pediram para que a despedisse. Porém aquela mulher não procurava a atenção nem a ajuda dos seus discípulos, e sim, ela buscava chamar a atenção do Senhor Jesus mesmo. Hoje podemos entender que a fé da mulher Cananéia estava sendo provada e tinha sido uma prova amarga, porém ela conseguiu ser respondida e a sua filha foi liberta do demônio que a atormentava. Podemos dizer que está mulher tinha conquistado mais que um milagre, ela encontrou a salvação da sua alma, pois tinha acreditado no Senhor Jesus de uma maneira que muitos judeus não tinham crido. 


Se aprendemos algo com essa mulher, é sobre a perseverança, a fé e a determinação. Também aprendemos a importância de orar uns pelos outros e, especialmente a oração das mães pelos seus filhos. Hoje, na Universal existe um grupo denominado ”Mães em oração”, para aquelas que não aceitam perder os seus filhos para o Diabo, lutam com todas as forças para conquistar a transformação da sua família através da fé e da perseverança.

Pr. José Ferro 











Comentários
1 Comentários

{ 1 comentários ... read them below or add one }

  1. Provérbios 31:10-11 poderia ser dito assim: "Mulher (Cananéia) quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.
    É este tipo de mulher virtuosa, humilde e cheia de fé que devemos ser.

    ResponderExcluir

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu