Postado por: Rubens Ennes sábado, setembro 19




Semana passada falamos sobre Jonas que em vez de fazer a vontade de Deus, correu para fugir da presença de Deus, infelizmente, muitos servos de Deus estão fazendo o mesmo que ele, sem falar daqueles que já estão dormindo dentro de um barco enquanto uma tempestade se levantou a sua volta.

Nos sentimos tão confortáveis sabendo que somos salvos, estamos tão felizes em ir na igreja pelo menos uma vez na semana e mais ainda, podemos trabalhar nas reuniões de quarta e domingo, e isso claro, quando temos tempo. Em nosso coração pensamos que estamos bem assim, e que todos os nossos problemas estão resolvidos e como Jonas, adormecemos no que diz respeito à vontade de Deus.

Então, acontece o mesmo que aconteceu com Jonas, as tempestades começam a agitar a nossa zona de conforto ou de segurança. Há tempestades que são inevitáveis, porém há muitas que podem ser evitadas, basta obedecermos a Deus. Sempre que nos esquivamos de cumprir a vontade de Deus, trazemos prejuízos para nós e para os que estão conosco.

Não fugir do que Deus nos manda significa evitar tempestades e prejuízos. Uma vez que passamos por isso, fazemos as mesmas perguntas que os marinheiros: “Por que eu estou passando por isso? ”. Tenho quase certeza que você que está lendo essas palavras, em algum momento da sua vida já perguntou: “Deus, porque o Senhor permite que estas coisas aconteçam comigo”.

Como servos de Deus temos que aprender que não importa a distância, Deus sempre vai estar presente, no livro de Jonas Deus estava usando um temporal, e o fazia com um bom propósito. Com esta tempestade ele ia salvar toda uma cidade e também ia endireitar o rumo de um profeta que tinha ido na direção errada a fim de colocá-lo no caminho certo. 

Quem foge da presença de Deus, paga um alto preço, e desce. Jonas pagou até passagem para fugir, e desceu seis degraus. Desceu desde sua cidade para Jope, depois desceu para o navio, depois desceu para o porão do navio, depois desceu para as ondas, depois desceu para o ventre do peixe, e finalmente, desceu para o fundo do mar.

Pr. José Ferro






 

Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu