Postado por: Rubens Ennes quinta-feira, novembro 6


Antes de conhecer a Verdade, eu lembro que para mim, as igrejas evangélicas eram todas iguais. Assembleia de Deus, Deus é Amor ou Universal eram tudo a mesma coisa: religião evangélica, igreja dos crentes. Ainda hoje, existe muita gente que tem o mesmo pensamento ignorante que eu tinha e por isto, generalizam qualquer escândalo que aconteça no meio evangélico atribuindo a todos os “crentes” ou a toda uma denominação. Como se o comportamento de um ou de alguns pudesse definir o de todos os demais.

Costumamos afirmar que a cada dia que passa o mundo está mais incrédulo e mais duro de coração, mas, os principais responsáveis por isto estão dentro das próprias igrejas. Isso mesmo, são os próprios crentes/cristãos que longe da igreja (e às vezes, dentro dela) se revelam mais desonestos, injustos, fofoqueiros, rancorosos, desiquilibrados que qualquer incrédulo.

Como aquela pessoa que não dorme a noite, sofre com síndrome do pânico ou que tem incessantes pensamentos suicidas vai querer entrar nas portas de uma igreja evangélica se a referência que ela tem são pessoas que apesar de gostarem tanto de falar do amor de Deus não dão ouvidos nem aquilo que elas mesmas pregam?

Agora, preste atenção no tom de revolta e indignação das palavras do Senhor Jesus quando fala daqueles que põe todo Seu maravilhoso trabalho a perder:
 "Qualquer, porém, que fizer tropeçar a um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho, e fosse afogado na profundeza do mar. Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é inevitável que venham escândalos, mas ai do homem pelo qual vem o escândalo!" (Mateus 18.6-7)

A palavra escândalo, do grego “skándalo”, significa algo que surpreende como se fosse uma armadilha, e que pode nos fazer tropeçar. Estes pequeninos que o Senhor Jesus se refere, são pessoas que apesar de crerem n’Ele, ainda não possuem maturidade espiritual para lidar com situações mais difíceis como o mau caráter de alguém que deveria ser exemplo e diante dos escândalos tropeçam, desanimam e desistem de seguir os passos do Senhor Jesus.

Amigo(a), sobre cada um de nós, que se diz cristão pesa a responsabilidade de ser a referência de Cristo neste mundo. Podemos nos tornar uma propaganda positiva, um motivo a mais para as pessoas se aproximarem de Deus, ou podemos permitir que o maligno nos use para criar uma armadilha, uma pedra de tropeço na vida de pessoas que hoje vivem amarguradas nas garras do diabo.

Pr. Rubens Ennes













Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu