Postado por: Rubens Ennes sexta-feira, julho 11






De forma rasa, podemos entender a idolatria como o ato de permitir que algo ou alguém se torne a principal prioridade de nossas vidas, ou seja, o lugar que é exclusivo de Deus.

O problema NÃO está na prática esportiva em si, e muito menos em quem gosta de acompanhar e torcer como forma de entretenimento. É possível festejar e se divertir sem idolatrar, o problema é não conseguir perceber quando a linha do fanatismo foi ultrapassada. O desequilíbrio nunca é bom para ninguém, e o pecado de idolatria torna tudo ainda pior. 







Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu