Postado por: Rubens Ennes domingo, julho 27






Quem acompanha as publicações das páginas oficiais da Universal no Facebook (Igreja Universal, Templo de Salomão, Bispo Edir Macedo, Cristiane Cardoso, etc.), já deve ter percebido que nos espaços dos comentários surgem cada discussão acalorada de dar vergonha a qualquer cristão sincero. 

Observe o que diz as Escrituras: "Essa ordem está sendo dada a fim de que amemos uns aos outros com um amor que vem de um coração puro, de uma consciência limpa e de uma fé verdadeira. Alguns abandonaram essas coisas e se perderam em discussões inúteis. Eles querem ser mestres da Lei de Deus, mas não entendem nem o que eles mesmos dizem, nem aquilo que falam com tanta certeza." (1 Timóteo 1.5-7 NTLH) 

Quando surgem comentários precipitados, injustos e até maldosos, tentamos pacientemente esclarecer aquilo que é tão óbvio para nós, mas que talvez, ainda seja de difícil compreensão para muitas pessoas. E então, deixamos o nosso abençoado comentário... 

Só que para a nossa surpresa, o que sucede é um bombardeio de ofensas ainda mais cruéis. É quando o nosso sangue ferve e na tentativa de ganhar a discussão e provar que possuímos a razão, muitos de nós, acaba baixando nível e atacando também. "Seu fariseu", "sua incrédula", "seu perturbado", "sua endemoninhada", são apenas algumas das tantas gentilezas trocadas. 

É verdade que ninguém tem sangue de barata, mas o Espírito Santo nos concede o domínio próprio para contermos os nossos impulsos e também, o discernimento para entendermos que aquilo ali pode ser uma cilada para sairmos do espírito e sujarmos as nossas vestes. A pergunta que fica é: vale a pena? 

Faço esta pergunta porque vejo acontecendo hoje, o mesmo que aconteceu com Estevão que foi acusado de ter blasfemado e pregado contra o Templo, quando na verdade, o que ele condenava era a hipocrisia e a dureza de coração de muitos judeus que se escondiam atrás de uma falsa santidade e religiosidade no Templo. A questão era que aqueles homens não entendiam e nem faziam questão de entender, prova disto, foi a reação deles após a sábia e teologicamente perfeita defesa de Estevão: "Eles, porém, clamando em alta voz, taparam os ouvidos e, unânimes, arremeteram contra ele." (Atos 7.57)  

Quando meditamos na Palavra e estamos com o coração aberto desejando conhecer a vontade de Deus para nossa vida, o Espírito Santo fala e nós conseguimos escutar. Mas, quando uma pessoa já tem a sua opinião formada e está disposta a defendê-la com unhas e dentes, qualquer argumento que possamos usar, por mais inspirado e inteligente que possa ser, irá esbarrar em um contra-argumento de alguém que também está tapando os ouvidos, alterando a voz e acusando tudo o que envolve a Universal de heresia.

Se para eles, a Universal é uma seita, o Jejum de Jesus/Daniel é para boicotar a rede Globo, o bispo Edir Macedo é um falso profeta, o Templo de Salomão é vaidade, megalomania, paganismo e trono do anticristo, eu lhe pergunto: vale mesmo a pena replicar? Penso que não.








Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu