Postado por: Rubens Ennes terça-feira, janeiro 28





Quando o Senhor Jesus foi ensinar como se deve orar, o primeiro conselho foi justamente sobre como NÃO devemos orar.

E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa.” (Mateus 6.5)

O grande problema da “Oração dos Hipócritas” não estava nos lugares (praças e sinagogas) ou tampouco na posição em que era realizada (em pé), mas no perfil de quem a realizava.

Quando o Senhor Jesus se refere a hipócrita, imediatamente imaginamos alguém que não é nada daquilo que aparenta ser. Alguém que não se importa com sua condição interior, mas que luta com todas as forças para manter uma reputação tão boa que seja capaz de tirar elogios e até conquistar admiração.

O relacionamento que um hipócrita tem com Deus chega a ser teatral, pois se resume apenas ao que é feito entre as quatro paredes do templo. E Infelizmente, esta “Oração dos Hipócritas” tem sido realizada com mais frequência e por mais pessoas que podemos imaginar.

Temos que tomar muito cuidado para não acabarmos fazendo parte deste grupo de pessoas. E sabe de uma coisa? Não é algo difícil de acontecer. Basta fazermos o mesmo, ou seja, basta nos santificarmos, vigiarmos o que falamos e o que ouvimos, e orarmos, lermos a Bíblia e “confiarmos” em Deus somente enquanto estivermos dentro da igreja; e quando estivermos fora dela, é só esquecermos completamente dos compromissos assumidos e das promessas que fizemos.

Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará." (Mateus 6.6 )

Veja que tanto o hipócrita, quanto o sincero serão recompensados. O primeiro até poderá alcançar a sua desejada recompensa, que é ser louvado pelos homens, mas será apenas isto e nada mais.

Já aquele que nos bastidores, quando ninguém está vendo, não se deixa ser corrompido, mas guarda a sua fé e fidelidade a Deus, este talvez nunca seja notado ou admirado por ninguém, porém, terá o privilégio de ouvir da boca do próprio Deus: "Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor." (Mateus 25.21), a maior recompensa que alguém pode receber.


O que fazemos em secreto, quando ninguém está vendo é o que revela o nosso caráter e define o futuro da nossa alma.

Pr. Rubens Ennes






Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu