Postado por: Rubens Ennes sexta-feira, dezembro 13



Você já deve ter assistido nestes programas de calouros, pessoas desafinadas e sem talento algum que mesmo após apresentarem um desempenho bisonho, ficam inconformadas com a reprovação. Pois bem, antes de prosseguir, deixa-me dar um aviso importante: você também não é tudo aquilo que imagina ser!

Quando você ouviu pela primeira vez uma gravação com o som da sua própria voz, qual foi a sua reação? A maioria das pessoas costuma estranhar e até pedir para apagar a gravação, de tão desapontadas que ficaram. 

Isso acontece porque o som da nossa voz sai das cordas vocais e só chega ao ouvido depois de ter “atravessado” os ossos de nossa cabeça, o que diminui a frequência do som enviado ao longo do trajeto. Talvez seja por isso que tem muito calouro se achando um Pavarotti...

Calma, não estou aqui para jogar um balde de água fria sobre a sua autoestima. Acontece que geralmente temos uma visão distorcida de quem realmente somos. Assim como o alcoólatra não costuma se enxergar como viciado, o mesmo acontece com a mentirosa, o arrogante, a fofoqueira, o sabichão, a rancorosa, o egoísta... Ou você conhece alguma fofoqueira ou arrogante que seja capaz de assumir quem realmente é?

A rotina religiosa costuma mascarar a realidade. Apesar de trazer uma momentânea descarga de consciência, a religiosidade não tem o poder de nos inocentar diante de Deus. O pior de tudo é que além de não garantir uma mudança de vida, também não garante a salvação da alma. É por isso que do alto de Sua sabedoria e soberania, o nosso Deus permite estarmos em lugares e situações diferentes, onde somos confrontados com o nosso verdadeiro eu.

Abaixo, segue uma lista com lugares ou situações que podem fazer você se revelar.

1. Quando lhe é concedido algum tipo de poder ou destaque;
2. Em momentos descontraídos entre amigos incrédulos na escola ou no trabalho;
3. Longe dos olhos de seus pais, cônjuge ou patrão;
4. Quando é criticado, repreendido ou contrariado;
5. Quando fica sozinho com sua namorada;
6. Quando tem oportunidade de obter vantagens ilicitamente;
7. Na condução de um carro no transito intenso;
8. Nos seus momentos ociosos pela internet.

O mais triste de tudo isto, é saber que são estes os lugares e situações mais propícios para dar um bom testemunho e mostrar que somos diferentes deste mundo, porém, muitos estão fazendo exatamente o contrário. Entristecem ao Espírito Santo e decepcionam aqueles que tinham a esperança de encontrar alguém, entre tantos religiosos, que não fosse hipócrita.

Claro que a reprovação em uma destas situações não irá fazer de você um monstro, mas, irá ligar um sinal de alerta que já não poderá ser ignorado. Porque a realidade interior que foi exposta, está revelando que por dentro as coisas não estão tão bem como pareciam.

Como não se lembrar de Pedro que mesmo tendo sido avisado de que negaria ao Senhor Jesus, não deu o braço a torcer, mas, respondeu: “Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei.” (Mt 26.35). O resto você já sabe...

Quando ignoramos um alerta, nós assumimos todos os riscos e mais cedo ou mais tarde, iremos sofrer o dano por isso.


Pr. Rubens Ennes





Ps.: Na verdade, esta lista poderia ser ainda maior e se você quiser dar continuidade a ela, basta usar os comentários para citar outros exemplos.





Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu