Postado por: Jose Ferro quarta-feira, novembro 6




“Soprando brandamente o vento sul, e pensando eles ter alcançado o que desejavam, levantaram âncora e foram costeando mais de perto a ilha de Creta. Entretanto, não muito depois, desencadeou-se, do lado da ilha, um tufão de vento, chamado Euroaquilão; e, sendo o navio arrastado com violência, sem poder resistir ao vento, cessamos a manobra e nos fomos deixando levar.” (Atos 27:13-15).

Depois da bonança sempre vem uma tempestade. O que no inicio era um leve vento do sul, de repente, se tornou um furacão. Isso é um reflexo da nossa vida dia a dia. As tempestades geralmente vêm de repente, num momento que não estamos esperando; um problema no trabalho, problemas conjugais, problema com os filhos, problemas com a saúde, dificuldades financeiras, tudo parece estar fora de controle, porém mesmo assim, Deus tem tudo sob controle. Todos os esforços e medidas que aqueles homens tomaram haviam falhado, todos os planos e precauções foram em vão, todas as considerações destinadas a encontrar uma solução não serviu de nada.

Mas, o que tinha aparência de não ter sentido, foi usado por Deus de várias maneiras. Para a salvação de todos os que estavam no barco, a bênção dos habitantes da ilha aonde eles chegaram após o acidente, para que se cumprisse a tarefa confiada a Paulo e acima de tudo, glorificar o nome do Senhor Jesus.

Ainda que Deus parecesse estar longe, Ele estava mais perto do que se imaginava, atento a tudo e a todos que estavam no barco. Poderíamos evitar muitos problemas se estivéssemos atentos a palavra de Deus, e não dependêssemos da opinião humana. Ainda assim o fracasso daqueles marinheiros não deveria conduzir a sua ruína. As dificuldades que surgem de repente, as decisões erradas que tomamos, não impedem que Deus alcance o seu propósito em nossa vida.

Há uma esperança de vida, no meio de todos os problemas e tempestades que passamos. Deus cumpre com tudo o que Ele disse que vai fazer, por meio da Sua Palavra. Tudo acontece como Ele determina, por isso devemos confiar, estar tranquilos e agradecidos a Deus por tudo o que enfrentamos, nem as direções erradas, nem a tempestade, ou a falta de fé das pessoas, os marinheiros que queriam abandonar o barco clandestinamente, nem os soldados que queriam matar os prisioneiros, nem aquela pedras perigosas, poderiam impedir o cumprimento da Palavra de Deus

Pr. José Ferro







Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu