Postado por: Elizia Lucas sexta-feira, outubro 4





Este livro deixa bem claro como realmente é o chamado para o altar e a importância de ser sincera consigo mesma para não colocar em risco o ministério de um homem de Deus. Também deixa claro a necessidade do novo nascimento, pois a batalha no altar é espiritual e no campo espiritual não vencemos guerra com máscaras humanas, mas com a armadura espiritual da fé. 

A escolhida para o altar tem dentro dela a natureza de Deus por isso para ela é natural doar-se para as outras pessoas, é hospitaleira e serve ao seu próximo independente de ser uma autoridade ou um subordinado. 

A escolhida para o Altar também não vive para sua própria glória, mas para a glória de Deus, pois se há algum interesse pessoal não serve para o Altar, pois o mesmo é um lugar de renúncia e sacrifício. Não apenas as renúncias externas, como de não ter filhos biológicos, morar longe da família ou não ter uma residência fixa. Existem renúncias que só o Nosso Senhor Jesus conhece, que são aquelas internas, como renunciar o orgulho, a prepotência ou aquela vaidade daquele desejo de ser notada pelos homens, de ser esposa de um bispo ou um pastor que tenha um cargo importante na igreja só para ser honrada e admirada. 

Esse tipo de renuncia é o que realmente faz a diferença entre servos e servos entre aqueles que servem a Deus e aqueles que servem a si mesmos.

Elizia Lucas








Redes sociais do Sentido ÚnicoFacebook | Twitter | Google +







Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu