Postado por: Jose Ferro segunda-feira, junho 10




 “Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens”  (Mateus 5:13).

O senhor Jesus chama o seu povo para ser sal da terra.
O sal (um servo de Deus, um obreiro/a, um Evangelista, Jovem ou membro) é um conservador que retarda a decomposição. Quando esse “sal” começa a espalhar-se, vemos os seguidores de Cristo buscando a maneira de conservar a outros. Nos tempos de caos, é um grande privilegio ser um conservador, permitindo que Deus nos espalhe e nos use em cada situação para conservar e dar sabor àqueles que têm levado uma vida amarga.

O sal é um mineral claro e quebradiço que é usado para dar sabor, para conservar e descongelar. É obtido por meio da extração e evaporação, tem que ser triturado e moído até que se torne útil. Assim também, são os servos de Deus que frequentemente são triturados e moídos para que sejam muito usados no Reino de Deus, e serem uma força conservadora na face da terra. Ao enfrentar as lutas e provações da vida, quando lágrimas são derramadas (ao serem triturados e moídos), os servos de Deus se convertem em sal e estão preparados para serem usados.

Da mesma maneira que o sal derrete o gelo, nossa presença no lugar onde estamos, seja Igreja, trabalho, escola ou na rua, pode derreter o gelo dos corações que estão frios diante de Deus. Quando não alcançamos, não resgatamos e/ou não servimos a aqueles que nos rodeiam, falhamos em ser sal e não chegamos ao nosso destino. Talvez, agora seja um bom momento para pensar e refletir sobre o que podemos fazer para aumentar nossa salinidade.

Podemos nós que somos servos de Deus, sentir a dor e a angustia das pessoas que estão morrendo sem Jesus? Podemos nós que somos homens e mulheres de Deus, escutar o seu pranto? Se apenas pudéssemos permitir que o Deus todo poderoso colocasse Sua paixão dentro de nós, Sua natureza nos encheria e poderíamos arrebentar na Obra de Deus, e assim seriamos o sal da terra onde vivemos e ou servimos a Deus. Podemos e devemos ser o sal da terra.


Pense nisso que Deus os abençoe.

Pr. José Francisco Ferro









Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu