Postado por: Beatriz Lima sexta-feira, fevereiro 22




Já pensou se toda vez que olhassem para o seu rosto as pessoas vissem o seu interior e não o exterior? Veriam uma bela face ou um rosto feio, cheio de marcas e cicatrizes? Estou questionando isso porque neste último fim de semana fiz essa pergunta a mim mesma ao assistir a um filme que mostra claramente isso.

Para quem ainda não assistiu vale a pena ver, o nome do filme é “A Fera”. O protagonista se esforça para ser uma pessoa melhor quebrando todos seus paradigmas para conquistar uma moça, não mais com a sua aparência (porque ficou com rosto todo desfigurado) e sim através das suas qualidades, seu interior.

Num outro momento, ele fica surpreso ao ver seu professor, cego, escolhendo uma gravata, e então o questiona sobre a importância de toda aquela vaidade para se vestir se ele não pode ver, e o professor logo responde: “o importante não é como as pessoas me vêem, mas como eu me vejo”. E eu completo a frase dizendo que o importante é como Deus me vê, e Ele me vê como eu sou de fato e não como as pessoas acham que sou. A verdade é que quando nos preocupamos em como as pessoas nos vêem, nos influenciamos por elas deixando de olhar para nós mesmos e para Deus.

É natural ser julgado pelos outros, mas só você sabe quem realmente é independentemente da opinião alheia. Talvez você se preocupa tanto com a opinião dos outros que se diminui ao ponto de se anular para viver a expectativa do outro mesmo que seja contra seus princípios e sua fé. Esse tipo de atitude faz a pessoa ser marionete do outro, fazendo dele a sua muleta, então não consegue andar com as próprias pernas, e fica a vida inteira desorientada, dependente. Na verdade o único que pode ser o seu sol, a direção a seguir é Jesus!

Por outro lado, vemos pessoas tão capazes e inteligentes olhando para si mesma com um olhar de incapacidade e impotência diante dos problemas. A palavra de Deus diz: “A lâmpada do corpo são os olhos. Se os olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz. Se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas” Mateus 6.22-23. Os bons olhos não são somente para com os outros, mas também para nós mesmos. Se eu me vejo fraco, assim serei já se me vejo forte, então forte serei.

Quando a pessoa olha para Deus ela se preocupa em agradar a Cristo e vive em paz.  “Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração...” (Colossenses 3:15). Como uma pessoa que vive no pecado estará em paz? Sendo assim, podemos dizer que quando há uma boa consciência, por estar longe do pecado e a fé na Palavra de Deus é que temos a verdadeira paz e portanto, saberemos o caminho certo a seguir vivendo em paz com nós mesmos, com os outros e acima de tudo com Deus, tornando-se independentes na fé. “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5:1).

Beatriz Lima









Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu