Postado por: Rubens Ennes quinta-feira, fevereiro 28


Bom, agora falta pouco para a grande final de nosso concurso e mais uma vez peço a sua ajuda na escolha do novo(a) colunista do Sentido Único. Na primeira semi-final o candidato #2 venceu com 93% dos votos e se tornou o primeiro finalista do concurso.

Votação encerrada: candidato #8 venceu a etapa com 82% dos votos e está na final do concurso.






Candidato #5
Quem canta seus males não espanta

Imagine que você está no meio do oceano em um barco. De repente, o barco começa a afundar. Você não sabe nadar e por isso fica desesperado. Instantes depois, uma pessoa vai na sua direção e você suspira aliviado pensando que ela irá salvá-lo, mas a pessoa surpreende você quando ela começa a afogá-lo. O que você faria em uma situação como essa?
 A verdade é que uma situação similar acontece, principalmente entre os jovens. Acontece quando a pessoa está passando por algum problema e por causa dele, ela se sente triste, aflita e desanimada, e pensando em dar alívio ao seu sofrimento ou esquecê-lo, a pessoa mergulha de cabeça na música.
A vontade é de cantar e cantar bem alto e ficar "curtindo" o sentimento. A música parece ser o analgésico que dará alívio a sua dor, afinal algumas descrevem tão bem o que a pessoa está sentindo. No entanto, como qualquer analgésico, o efeito da música também acaba.
No primeiro momento, a pessoa pode até se sentir bem, mas depois que a música acaba, o sentimento de bem-estar acaba e a realidade volta. No fim, a única coisa que sobrou é a pessoa afogada em um oceano de sentimentos.
 O ideal, quando a pessoa estiver triste é evitar escutar música. Porque a música, alimenta o sentimento de tristeza e inibe a sua capacidade de pensar em uma solução para o problema. É como diz a própria Sabedoria, o Senhor Jesus:  “O que canta canções para o coração aflito é como aquele que despe a roupa num dia de frio, ou como o vinagre sobre salitre.” (Provérbios 25:20)
Não há problema em escutar música, mas para tudo há seu tempo.






Candidato #8
O dever de um servo de Deus

Se o Senhor Jesus não tivesse levado nossas cargas, todos nós estaríamos perdidos e indo para a separação eterna de Deus. Ele disse aos cansados e oprimidos: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu os aliviarei.” Mt 11:28
O Senhor Jesus é o modelo perfeito, pois Ele pagou por nossos pecados, Deus nos criou para que fossemos feitos à imagem do Senhor Jesus tratando de ajudar a outras pessoas, enquanto suportamos as duras experiências da vida e isso deve estar no nosso DNA espiritual.
O distintivo de cada pastor, obreiro, evangelista, jovem ou membro da IURD é o amor, e isso deve ser evidenciado na maneira que tratamos as demais pessoas. Porém, ajudar as outras pessoas a enfrentarem seus problemas e vencê-los é difícil, pois também temos as nossas lutas particulares.  Ainda assim, não devemos esperar até que todos os nossos problemas estejam solucionados, para tomar a decisão de imitar as obras do Senhor Jesus.
O apostolo Paulo que enfrentava grandes obstáculos, nunca deixou de servir aos demais, isso significa que podemos ajudar as outras pessoas, mesmo tendo que enfrentar os nossos próprios problemas, o poder de Deus é suficiente para todos. Deus nunca está tão ocupado para que não nos cuide enquanto ajudamos aqueles que precisam.
Pessoas do mundo todo, homens, mulheres, jovens e crianças estão sendo atormentados nos neste instante e Deus sabe exatamente como irá usar você: como um instrumento para que estas pessoas sejam livres das garras do diabo.












Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu