Postado por: Rubens Ennes domingo, dezembro 9



Quando somos cristãs e temos um sonho cuja realização se adia, mesmo sendo mulher temente a Deus, vêm os questionamentos: “o que eu fiz de errado?” ou “o que está faltando?” E ainda para ajudar, vêm as “irmãs” da fé te julgarem, porque elas são realizadas se acham no direito de julgarem aquelas que ainda não são. Então, você se sente humilhada e não amada por Deus como as outras são. Isso é muito duro, assim aconteceu com Ana, ela se sentia humilhada, fracassada, como se ela não fosse amada por Deus.

Às vezes, o sonho que temos não é um sonho egoísta. Ás vezes, nossos sonhos são para a própria glória de Deus e ainda assim torna-se tão difícil o que para algumas é tão fácil, nos sentimos derrotadas, humilhadas, fracassadas e que não somos boas o suficiente para que tal sonho se realize, a exemplo de Ana que todos os anos subia para sacrificar e adorar a Deus e ainda assim seu sonho era frustrado.

Sim, ela também sacrificava, há quem diga que era o marido que sacrificava por ela, mas na época as mulheres eram totalmente dependentes dos maridos, então Elcana dava a parte de Penina, de seus filhos e dava parte maior para Ana e todos subiam para sacrificar e adorar a Deus. (1 Samuel 1.4)

E porque será que Elcana amava mais a Ana mesmo ela não concebendo filhos a ele? Seria por ela ser mais bela ou mais jovem? Quem sabe... A bíblia não fala a respeito.

Mas cá entre nós, quantas mulheres jovens e bonitas se casam e quando vem a convivência do dia a dia, os maridos tem vontade de sumir de casa porque não suportam suas mulheres rixosas e vazias, mesmo tendo belas pernas e rosto angelical.

Com isso, concluo que Ana tinha uma beleza sim, mas não apenas física, mas a beleza e o perfume de uma mulher que temia a Deus e essa essência é que a tornava mais amada de seu marido. Mas, foi quando ela se derramou diante de Deus com um espírito quebrantado, de sua amargura por servir a Deus e ainda assim não ser realizada que a mão de Deus se moveu a favor dela.

Isso dói muito, quando não servíamos a Deus ou não O temíamos, até se compreendia o fato de sermos frustradas, mas depois de nos rendermos a Ele e O servirmos com toda a nossa alma e o tempo vai passando e nos tornamos frustradas com o coração adoecido (provérbios 13:2), aí só há um jeito, nos derramarmos diante de Deus como fez Ana.

Ao ler o cântico de Ana (1samuel 2), depois que ela concebeu e realizou seu sonho tão esperado, eu me regozijei junto com ela, e vi que ainda há esperança para as mulheres que temem a Deus mas são frustradas. Elas se tornarão arvores de vida.
 “...mas o desejo cumprido é árvore de vida.”(provérbios 13:12)














Comentários
1 Comentários

{ 1 comentários ... read them below or add one }

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu