Postado por: Rubens Ennes sábado, novembro 17




A autoridade do Senhor Jesus chamava tanta atenção que até mesmo os seus maiores críticos e perseguidores ficaram maravilhados. Não queriam dar o braço a torcer, mas diante daquele imenso poder tiveram que se render. Foi quando perguntaram ao Senhor Jesus de onde vinha a Sua autoridade. Qual era o segredo para tantos sinais e prodígios?

"Aconteceu que, num daqueles dias, estando Jesus a ensinar o povo no templo e a evangelizar, sobrevieram os principais sacerdotes e os escribas, juntamente com os anciãos, e o argüiram nestes termos: Dize-nos: com que autoridade fazes estas coisas? Ou quem te deu esta autoridade?”. Respondeu-lhes: Também eu vos farei uma pergunta; dizei-me: o batismo de João era dos céus ou dos homens? Então, eles arrazoavam entre si: Se dissermos: do céu, ele dirá: Por que não acreditastes nele? Mas, se dissermos: dos homens, o povo todo nos apedrejará; porque está convicto de ser João um profeta. Por fim, responderam que não sabiam. Então, Jesus lhes replicou: Pois nem eu vos digo com que autoridade faço estas coisas." (Lucas 20.1-8)                                                         
Ao mesmo tempo em que demonstravam estar interessados no Senhor Jesus ou naquilo que a fé n’Ele poderia proporcionar, não tiveram coragem para assumir uma posição diante daquela que talvez tenha sido a maior oportunidade de suas vidas.

Existe uma famosa frase que diz que: “Se você escolhe não decidir, você já tomou uma decisão.” Ou seja, não tem jeito! Toda escolha inevitavelmente nos trará consequências, para o bem ou para mal. Não há como ficarmos neutros.

Ninguém suporta uma pessoa indecisa, pois ela não transmite segurança e tampouco, confiança. É como se ela não soubesse onde quer chegar. E aqueles homens estavam indecisos e na tentativa de se esquivar de qualquer compromisso ou responsabilidade, procuraram se manter neutros naquela situação. 

A palavra "Neutro" vêm do latim "neutrum" em uma referência clara a algo que, por si, não toma partido de qualquer dos lados duma disputa. A pessoa que não assume uma posição e não se decide de que lado irá ficar, também ficará sem conhecer a Deus e a força do Seu poder. 

Não é o fato de dizer ou acreditar que Deus é o meu Pai, que isto faz do Altíssimo o meu Pai. Os frutos que apresento e a minha disposição em obedecer revelam quem é o verdadeiro senhor da minha vida. E como você sabe, não há como servir a dois senhores. Ou você pertence a uma lado, ou pertence a outro lado.

Você já se decidiu? A qual lado você pertence?

Pr. Rubens Ennes













Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu