Postado por: Rubens Ennes terça-feira, outubro 9





“Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante...” Bem, na verdade, não faz tanto tempo assim. Nem foi tão longe. Aconteceu em 2006, numa autoestrada nos Estados Unidos.

Na edição daquele ano do Bullrun, um rally realizado de costa a costa (de Nova York a Los Angeles) somente com carros de luxo, um dos participantes convidados, um rapaz na casa dos 20 anos, teve uma desagradável surpresa com sua Ferrari 360. Perto da cidade de Siracusa, no estado de Nova York, o carro de 125 mil dólares (cerca de 252 mil reais na cotação atual) parou, com a transmissão quebrada, ao anoitecer de um sábado.

Não havia como deixar um carro daqueles no acostamento. Além de não haver oficinas de Ferraris em qualquer esquina, o garoto não conhecia ninguém naquela cidade interiorana, e era sábado à noite. A única opção do “piloto” foi ligar para um serviço de guinchos local. Ao consultar a lista telefônica, ligou para a primeira empresa que viu: a AAAA Burdick Discount Towing. Logo chegava o caminhão com a carroceria plana que puxaria o potente carro italiano para cima. Quem o dirigia era o próprio dono do pequeno negócio de guinchamentos, Steve Burdick.

Ao ver o jovem piloto amador, Steve logo imaginou mais um “filhinho de papai” em apuros. Os dois levaram quase uma hora tentando subir o veículo defeituoso pela carroceria móvel em forma de rampa, pois ele havia travado na segunda marcha, e a peça quebrada não permitia a conversão para ponto morto. Com as rodas travadas, era impossível que o guincho de cabo de aço do caminhão puxasse a Ferrari.

Burdick teve uma ideia meio maluca. Deu um pulo a uma loja de conveniência próxima e comprou um galão de óleo de cozinha. Untou com o material o asfalto dos pneus até o caminhão, e o guincho conseguiu puxar o automóvel, arrastando-o com seus pneus oleosos deslizantes.

Steve perguntou para onde o jovem queria que levasse o carro, e se surpreendeu com a resposta: para sua casa em Toronto, no Canadá. Relativamente perto no mapa, mas eram 8 horas de viagem rodoviária. Fez os cálculos, e o serviço não sairia por menos de mil dólares. O cliente concordou. Pegaram a estrada juntos.

Ao longo da viagem
Na boleia, foi iniciada uma boa conversa, o que seria impossível de não acontecer em 8 horas de viagem. Steve perguntou o que o rapaz fazia da vida.
 – Ah, eu estou estudando para ser ator. Já fiz alguns filmes, até.
– Que legal! E você conhece o Tom Cruise? – perguntou o motorista, pensando num ator qualquer que apreciava.
– Sim, conheço.

Os assuntos foram surgindo e mudando. O microempresário de Siracusa pensava: “Puxa, nunca guinchei uma Ferrari antes.”

Burdick, um cristão convertido, lembrou-se de algo que aprendera na Bíblia:

“(...) Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15


Como tempo era o que não lhe faltava na ocasião, perguntou ao garoto que conhecia Tom Cruise:
– Você sabia que eu nasci de novo?
– É mesmo? Como assim?

Steve falou de sua conversão, de como era ser nova criatura, vivendo segundo os preceitos de Deus e como isso mudou seu jeito de ser. Conversaram longamente. Em determinado momento, o motorista pegou no porta-luvas uma fita cassete e a pôs no som do caminhão. Era uma gravação com mensagens edificantes, baseadas na Palavra.

O prestador de serviços perguntou ao cliente se ele desejava entregar sua vida ao Senhor.
– Olha, eu acredito que o homem evoluiu do macaco...

Apesar da tentativa do garoto em desconversar, Steve não desistiu. O papo se aprofundou, e ficou até meio acalorado em algumas partes. Mas tudo com muito respeito.


Autógrafos
A viagem seguiu normalmente rumo ao norte, até os dois chegarem à fronteira canadense. Steve apresentou seus documentos e foi liberado. Porém, quando seu cliente mostrou os seus, houve certa agitação entre o pessoal da alfândega. Alguns pediram para tirar fotos e autógrafos ao rapaz, que fez tudo numa boa.

O motorista do guincho resolveu perguntar a alguém o porquê daquilo.
– Você não sabe quem ele é? É o Hayden Christensen, que faz o Anakin Skywalker nos dois filmes mais recentes de “Star Wars”, aquele jovem que virou o vilão Darth Vader!

Só então Steve percebeu que estava com o “pai de Luke Skywalker” em seu caminhãozinho. E ele não conhecia só Tom Cruise, mas também George Lucas, Natalie Portman (a quem namorou), Ewan McGregor, Christopher Lee, Samuel L. Jackson, Steven Spielberg... Christensen fora humilde (ou irônico, vá saber...) ao dizer ao motorista interiorano que era apenas um estudante. Havia conquistado o papel daquele que foi eleito o maior vilão da história do cinema, com sua armadura negra, sua grande capa e seu sabre de luz vermelho, a serviço de um império maligno, na franquia que mudou o cinema comercial irreversivelmente. Já se ele tinha talento para isso, é outra história...


Steve deixou Hayden e seu carro em Toronto e voltou para casa. No caminho, deve ter agradecido a Deus pela oportunidade de levar Sua Palavra a alguém da fria e voraz indústria hollywoodiana do entretenimento.

E, mesmo diante da resistência do rapaz que acreditava ser descendente dos símios, Burdick não teve medo de pregar a Salvação. Queria que alguém tivesse acesso à vida em Deus, que ele mesmo descobrira anos antes. Sem querer, fez valer uma máxima do pequeno e sábio mestre Jedi Yoda, curioso personagem dos filmes de George Lucas que lançaram Christensen à fama: “O medo leva à raiva. A raiva leva ao ódio. O ódio leva ao sofrimento. E o sofrimento leva ao lado sombrio da Força.”

Num trocadilho com o subtítulo do primeiro capítulo da saga espacial em questão, o cristão realmente ofereceu ao jovem ator “uma nova esperança”.

É evangelismo para nerd nenhum botar defeito!

Por Marcelo Cypriano
Fonte: ArcaUniversal














Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu