Postado por: Rubens Ennes sábado, agosto 25




Para qualquer problema, há sempre uma saída
Certa vez, um homem foi acusado de um crime que não cometeu. Ele sabia que tudo seria feito para condená-lo. O juiz simulou um julgamento justo, fazendo ao final uma proposta ao acusado:

- Vou escrever em um pedaço de papel a palavra "inocente" e em outro a palavra "culpado". Você sorteia um dos papéis e aquele que pegar será o seu veredicto.

Sem o acusado perceber, o juiz escreveu nos dois papéis a palavra "culpado”, de maneira que, naquele instante, não existia nenhuma chance de o acusado se livrar da forca. 
Não havia saída. Não havia alternativas para o pobre homem.

O juiz colocou os dois papéis em uma mesa e mandou o acusado escolher um. O homem pensou alguns segundos e, pressentindo a armadilha, pegou um dos papéis e rapidamente o colocou na boca e engoliu.

- Mas o que você fez, homem?! E agora? - disse o juiz. - Como vamos saber qual o seu veredicto?

- É muito fácil - respondeu o acusado. - Basta olhar o papel que sobrou e saberemos que acabei engolindo o seu contrário.
Imediatamente o homem foi libertado.

Moral da história: por mais difícil que seja uma situação, nunca deixe de acreditar até o último momento. Para qualquer problema, há sempre uma saída.












Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, sua opinião é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Vale o clique!

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu