Postado por: Rubens Ennes sexta-feira, dezembro 2


Sabe aquelas mulheres lindas, que chamam a atenção por onde passam? De tão perfeitas que parecem, nem passa por nossas cabeças que possam ser infelizes. Mas podem.
Com certeza você já ouviu a história de alguma mulher e pensou: “Nossa, mas parecia que ela era tão feliz.” Talvez você pensaria isso também se conhecesse Raquel, uma mulher linda (Gênesis 29:17), que atraiu Jacó. Ele, para conseguir se casar com ela, se ofereceu para trabalhar para Labão, pai da moça, durante 7 anos (Gênesis 29:18-20). Mas o sogro o enganou.
Depois dos 7 anos, em vez de entregar Raquel, Labão entregou sua filha Lia, a mais velha, que deveria se casar primeiro (Gênesis 29:23-26). Como estava escuro, Jacó não percebeu quem era.
Podemos dizer que os anos que Raquel esperou por seu marido foram roubados, e pela própria irmã, com a ajuda de seu pai. História triste, mas que o amor de Jacó superou, porque ele não desistiu dela e trabalhou por mais 7 anos para tê-la em seus braços (Gênesis 29:27).
A história resultou em uma rivalidade entre as irmãs, que disputaram a atenção de Jacó. Apesar de ser linda e desejada por seu marido, Raquel não podia ter filhos, mas Lia, a não-amada, era fértil (Gênesis 29:31).
E com a esperança de ter o amor de Jacó e provocar a irmã, Lia teve vários filhos (Gênesis 29: 32-35). Por conta disso, Raquel deixou que o sentimento de inveja entrasse em sua vida. Ela entrou em desespero e ofereceu sua serva para Jacó ter relações e dar filhos a ele, como se fossem dela. E assim aconteceu (Gênesis 30:3-8). A história continua com Jacó tendo muitos filhos, inclusive de Raquel, que depois recebeu o milagre de ser mãe (Gênesis 30:22).
Seja feliz com o que tem
Será que esta história não se repete nos dias de hoje? Há mulheres que não são felizes com o que Deus dá, ou não têm paciência para esperar o que Ele tem para dar. Raquel era bonita e tinha o amor de seu marido. Para ele não interessava se ela podia ou não ter filhos. Ele foi até o fim para tê-la como esposa, e era isso que importava. Este amor deveria preenchê-la. Mas a inveja e o desejo de ter e ser mais que sua irmã a possuiu.
A beleza exterior não demonstra o que é a pessoa por dentro. Muitas acreditam que são amadas somente por serem bonitas, e não pelo que realmente são. Isso faz com que se sintam sozinhas.
Então, da próxima vez que vir uma mulher que chama a atenção, não se penalize por não ter o mesmo charme que ela; agradeça a Deus por tudo o que você é, pelo que conquistou e pelas pessoas ao seu redor.
Por Tany Souza, Arca Universal


Vídeo do amigo Raine do blog Terapia do Amor Gramado



Deixe o seu comentário:

Para o Sentido Único, a sua opinião sobre o tema em questão é muito importante. Deixe seu comentário!

Avise-me sobre novas publicações | Avise-me sobre comentários seguintes por email

Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Arquivos do blog

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Copyright © Sentido Único | Seguindo Sempre na Direção do Céu