Livre-se desta maldita trave



Quando não enxergamos com clareza, as coisas acontecem debaixo do nosso nariz sem que a gente perceba. As oportunidades que aparecem e não aproveitamos, e os problemas que surgem e que nos damos conta só depois  da situação ter se tornando crítica, são apenas uma prova da seriedade do assunto. O filho prodigo por exemplo, somente caiu em si quando chegou ao seu fundo do poço.

A maneira como enxergamos as pessoas e as situações do dia a dia influencia nas decisões que tomamos, e consequentemente, no rumo de nossa vida. O servo de Eliseu entrou em desespero, perdeu a paz e ficou sem reação quando o exército sírio cercou a casa do profeta, é o que acontece quando estamos no olho do furacão e não conseguimos enxergar com clareza o quão poderoso é o nosso Deus e que Ele está do nosso lado naquele momento de dificuldade. Esta falta de clareza na visão nos faz reagir mal e torna a situação difícil ainda pior.

O Senhor Jesus nos alertou: "Tira primeiro a trave do teu olho e, então, verás claramente para tirar o argueiro do olho de teu irmão." (Mateus 7.5) Só conseguimos enxergar claramente quando tiramos a trave que está em nossos olhos. Enquanto não resolvermos isto, de nada adiantará tentar ajudar os outros, se não estamos ajudando a nós mesmos.

Esta trave que tanto nos atrapalha pode ser tantas coisas, talvez seja um orgulho, a hipocrisia, o comodismo, a preguiça, a distração, a ignorância, a intolerância, imaturidade, egoísmo, ingenuidade, pré-conceitos, etc. A verdade é que todos temos uma trave em nossa vida. Cabe a cada um de nós, com sinceridade identificar e remover esta maldita de nossa vida.

Pr. Rubens Ennes





terça-feira, agosto 26
Postado por: Rubens Ennes

Comunicação Eficiente, Resultados Eficazes





Aprenda nesse workshop com Katia Campelo como se destacar, dominando o conteúdo do seu discurso e convencendo a todos sobre o seu real valor.

A construção do discurso é essencial no mundo dos negócios. Seja a apresentação de um pitch a um potencial cliente ou investidor, ou uma apresentação de projetos e resultados. A comunicação eficaz traz a verdadeira liberdade: a de conseguirmos expressar de forma clara e segura o conteúdo que conhecemos frente a qualquer platéia.









Será que a timidez pode te atrapalhar no trabalho?




Muita gente tem pavor de fazer apresentação para os chefes, sente dificuldade em se aproximar dos colegas de trabalho e não se expõe dentro da empresa. Embora seja um obstáculo, a introversão nem sempre é um problema. A menos que exista um excesso de timidez.  O que fazer?

Preste atenção;
1. A timidez não é doença e pode ser driblada.
2. Prepare-se. Esteja atualizado com tudo antes de enfrentar uma reunião.
3.Vai falar em público? Treine sua apresentação diante do espelho, amigos, família e vença a sua timidez!

Antes de tudo, vale a pena tentar driblar a dificuldade em se expor. Vai participar de uma reunião? Esteja bem preparado. Reúna antecipadamente as informações que precisa. Conheça um pouco mais sobre seus interlocutores. Assim, na hora de se posicionar rapidamente em relação a um determinado assunto, você se sentirá mais seguro.

Mantenha sua visibilidade. Os introvertidos procuram se esconder quando estão em grupo. Tente manter uma conexão com colegas e clientes pra garantir que seu trabalho seja reconhecido. Cultive relacionamentos, sempre.

Como os tímidos gostam de relacionamentos um a um, podem se sair bem nesse tipo de contato, como almoços de negócios. Aproveite ainda as redes sociais, como LinkedIn, Twitter ou Facebook pra travar um networking eficiente sem exigir sua exposição.

Julio Sergio Cardozo
Palestrante, Consultor de carreiras e Conselheiro de empresas












segunda-feira, agosto 25
Postado por: Rubens Ennes

Quem são os que criticam os dízimos e as ofertas





Neste vídeo, o bispo Guaracy Santos explica a espiritualidade que há nos dízimos e ofertas.








sábado, agosto 23
Postado por: Rubens Ennes

Vencendo o Orgulho





Enquanto resistirmos a Deus e insistirmos em levar a vida à nossa maneira, estaremos impedidos de alcançar a Vida Verdadeira que Ele tem preparado para nós. 

Ás vezes, somente o surgimento de uma "lepra" em nossa vida é capaz de nos fazer encarar a realidade (que não somos, não sabemos e não podemos nada sem o Senhor Jesus), descer do pedestal e mergulhar de corpo, alma e espírito na vontade de Deus.







terça-feira, agosto 19
Postado por: Rubens Ennes

O poder das nossas palavras​




Você está escutando? Então, abra a porta de sua casa e saia pelo mundo e você vai ouvir. Elas abundam em todos os lugares e nos rodeiam por todos os lados. Elas são pequenas, mas causam grande impacto. Existem grandes, ameaçadoras e incompreendidas, são impetuosas, agitadas, de repente confusas. Você pode ouvir? Elas são uma das maiores forças da criação: “As Palavras”.

Quando Deus criou o mundo e tudo o que nele existe, Ele fez uso da palavra. Ele disse “haja luz” e ouve luz, tudo foi criado com o poder da Palavra. E, surpreendentemente, quando Deus criou o homem à Sua imagem, também lhe deu essa ferramenta poderosa da linguagem. Com uma simples palavra, podemos criar um sorriso no rosto triste de alguém, de um filho, ou de um amigo, um companheiro de trabalho, ou até mesmo aliviar o peso do coração sobrecarregado de um familiar. Nossas palavras podem avivar os sonhos de um amigo, ou incentivar os nossos irmãos na fé para que sigam a carreira da fé sem desanimar com paciência e levar uma mensagem de esperança num mundo onde muitas pessoas estão sofrendo. As palavras são umas das mais poderosas forças do universo.

Como podemos usar esse poder que Deus nos deu? A Bíblia nos diz: “A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto” (Pv 18:21). Não temos que sair muito longe ou fazer muita coisa, basta apenas sair da porta da nossa casa para ver a diferença que podem fazer nossas palavras na vida das pessoas. Faça uma prova hoje mesmo.


Pr. José Ferro







A Armadilha do Todo Mundo





Geralmente, aquilo que possui uma grande aceitação popular desperta interesse. Não é à toa que as listas de músicas mais ouvidas, vídeos mais assistidos ou sites mais acessados fazem sucesso há muito tempo. As pessoas partem do princípio que se todo mundo está ouvindo, assistindo ou acessando, é porque deve ser bom, necessário ou no mínimo, interessante. Porém, a realidade é decepcionante, pois, na maioria das vezes, precisamos garimpar muito para então, conseguirmos encontrar algo que seja verdadeiramente útil.

Até mesmo o comércio já entendeu a forte inclinação que temos em ser influenciados pela maioria. Tanto é, que um dos principais argumentos na hora de realizar uma venda é dizer ao cliente: “Esta é a última tendência, está todo mundo usando”. Pronto, isto é o suficiente para que muitas pessoas mordam a isca e comprem o que não poderiam ou o que não era prioridade só porque não foram capazes de raciocinar se aquele produto era tão importante assim ou se havia mesmo a necessidade de adquiri-lo naquele momento.

Já no campo profissional, podemos perceber muitas pessoas que já foram tão focadas e comprometidas com seus objetivos, também estão caindo naquilo que chamo de “Armadilha do Todo Mundo”. Com o passar do tempo, os excelentes vão se tornando comuns (dispensáveis) e os dedicados em desleixados, pois, convivendo e observando a preguiçosa e acomodada rotina da maioria, perdem o diferencial e passam a também tolerar baixos padrões profissionais e pessoais como os dos que estão ao seu redor.

Deus criou o ser humano com a maravilhosa capacidade de raciocinar para que ele seja livre, pense por si, viva pela fé inteligente e influencie positivamente o mundo ao seu redor. Mas, se tivermos preguiça para pensar, iremos sofrer desnecessariamente, perderemos centenas de oportunidades na vida e seremos facilmente manipulados pelos sentimentos e desejos carnais, ou mesmo por alguém que agirá de má fé.

Quantas jovens que estavam guardando a pureza, acabaram se entregando sexualmente ao namoradinho que insistia dizendo: “O que tem demais? Todo mundo faz!”?  Quantos iniciaram no vício da maconha ou em qualquer outra droga quando aquele colega de trabalho ou escola ofereceu: “Deixa de ser bobo, todo mundo já experimentou”? 

Muito mais que personalidade; devemos ter integridade. Algo que em certo momento faltou a Israel, uma nação que foi privilegiada por ter o próprio Deus como seu governante, mas, que ao voltar seus olhos para o verde quintal do vizinho, já não se via como tão especial assim, mas como uma estranha entre as tantas nações pagãs em sua volta, afinal, todo mundo tinha um rei, só Israel que não. (1 Samuel 8.4-6) Por não saberem discernir o real valor das coisas, não é difícil encontrarmos jovens que nasceram em berço evangélico que acreditam não estar aproveitando a vida como deveriam, só por que não fazem o que todos os outros jovens de sua idade fazem. O que eles ainda não perceberam é que estão caindo feito patinhos na ardilosa armadilha que satanás tem usado para induzi-los a fazerem tudo o que ele deseja. 

O interessante é que no salmo 91 encontramos a promessa de livramento que na hora do desespero todo mundo gostaria de alcançar, mas que apenas aqueles que permanecem fiéis alcançam: “Tu não serás atingido”. É como se o próprio Deus dissesse: “pode até acontecer com o resto do mundo, mas não vai acontecer com você porque EU te protegerei.”

Amigo(a), o Senhor Jesus nos chamou para resplandecermos como luzeiros, o Todo Poderoso quer fazer a diferença em nossa vida para que nos tornemos referência Dele para um mundo perdido que caminha nas trevas. Mas se quisermos progredir, devemos dar passos que nos deixe mais próximos do nosso objetivo e não contrário. Seguir a boiada, com certeza é uma das melhores receitas para o fracasso.

Pr. Rubens Ennes









domingo, agosto 17
Postado por: Rubens Ennes

O Consolador enviado por Deus



O Consolador que Deus enviou foi o Espirito Santo, a terceira pessoa da Santíssima Trindade, Ele é a ligação eterna com o Salvador, quem ilumina as nossas mentes com a verdade e que nos dá o poder para vencer as tentações do diabo.

Quando estamos preocupados, o Espirito de Deus nos dá a sabedoria que precisamos para tomar as decisões corretas no momento certo, inclusive, para saber dizer não para os pensamentos do diabo ou qualquer atitude egoísta.

O nosso Consolador nos conforta quando nos sentimos sozinhos, se alegra quando somos abençoados, e nos dá o poder para fazer tudo o que Deus pede que façamos (Ef 2.10). Ele sempre está conosco, sendo assim, nunca estaremos sós, separados de Deus ou esquecidos por Ele.

Podemos apagar a atuação do Espirito Santo por falta de oração, pelo pecado ou pela desobediência, porém, por mais pecadores que somos, isso não fará que Deus nos deixe de amar.

O ministério do Espirito Santo é fazer o trabalho do Salvador no mundo. Quem leva uma pessoa incrédula até Jesus? O Espirito Santo. Quem revela a verdade de Deus e capacita a Seus filhos para promover Seu Reino? O Espirito Santo. Quem protege, conforta e encoraja os cristãos a seguir em frente, apesar das dificuldades? O Espirito de Deus tem estado presente desde o começo e estará conosco para sempre (Gn 1.2).

Você aceitaria viver uma vida cristã com as suas forças limitadas, se pode desfrutar dos recursos infinitos do Senhor Jesus através do Seu Espirito? O Espirito Santo nos ensina a distinguir entre o bem e o mal; portanto, em determinadas situações em que sua fé será colocada em risco, você vai saber como dizer não, Deus lhe dá poder para fazer a Sua vontade.

Pr. José Ferro






quinta-feira, agosto 14
Postado por: Rubens Ennes

O Amor e o Caráter de Deus no Tabernáculo do Deserto




Temos falado para todas as pessoas a seguinte frase: "Quem ama prova!

E foi o que Deus fez com Israel. Para poder ficar perto de um povo que esteve escravo por 11 gerações, mandou construir uma tenda de encontro, um santuário na terra. Aquele que é Santo, Sublime, Excelso, que habita no Alto e Santo Lugar, se sujeitou a descer e morar em uma caixa de madeira revestida de ouro.

A lei dizia que quem pecasse deveria morrer. Lei é lei e deve ser cumprida. E, ainda que alguém diga que vivemos no tempo da "graça", a mesma, diz que o salário do pecado é a morte. Não tem jeito, alguém tinha de morrer! Deus preferia que os animais substituíssem as pessoas. Mais tarde, Ele mesmo entregou-se na pessoa do filho.
No tabernáculo é revelado o Caráter e o amor de Deus
E, há quem queira contestar o amor de Deus, pura ignorância e estupidez!

Você pode saber muito mais e ter uma experiencia inesquecível, fazendo um TOUR NO TABERNÁCULO, CENÁCULO E JARDIM BÍBLICO.


Pr. Daniel Lopes






 Veja uma prévia do que você encontrará:

Mais informações: www.otemplodesalomao.com










quarta-feira, agosto 13
Postado por: Daniel Lopes

Já fez o seu exame hoje?




Por incrível que pareça, a melhor maneira para estar e permanecer bem, com Deus e consigo mesmo, é NUNCA acharmos que estamos bem.

Por isso, a Palavra de Deus nos convida a fazer constantemente  um exame da nossa real condição espiritual.

"Portanto, vede prudentemente como andais," (Efésios 5.15)

"Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé; provai-vos a vós mesmos." (2 Coríntios 13.5)

"Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia." (1 Coríntios 10.12)

Se uma pessoa convertida comparar quem ela é hoje com aquilo ela era outrora, ou se ela se comparar com o baixo padrão moral deste mundo, provavelmente, irá se enxergar como uma santa digna de ser recebida no Céu com tapete vermelho e tudo. 

Mas, se pararmos para pensar, que a referência do que é ser um cristão genuíno é o próprio Senhor Jesus, iremos perceber que ainda temos que “comer muito feijão”, pois, há ainda uma estrada muito longa para ser percorrida até que transformemos nossa mente e caráter de acordo com o que o Senhor Jesus é. Pois, ser cristão é isto: ser alguém que luta diariamente contra a sua carne para tornar sua mente e suas atitudes santas, à semelhança de Cristo.

E você, já fez o seu exame hoje?


Pr. Rubens Ennes







Postado por: Rubens Ennes

Mexerico? Que feio!


O mexerico realmente é muito feio, separa bons amigos, destrói reputação, acaba com o bom nome além da confiança que se perde.

“O mexeriqueiro descobre o segredo, mas o fiel de espírito o encobre.” (Pv 11.13)

O valor de um espírito fiel é imprescindível, a todos sobrepuja e é algo raro de se encontrar.

O mexeriqueiro não apenas conta o segredo, mas também vê o que não existe, espalha aquilo que deduz e sua mente é fértil de imaginações.

O mexeriqueiro tem uma "capacidade" incrível de interpretar olhares, ler pensamentos e ouvir além daquilo que escuta.

O fiel de espírito não conta o segredo, não crê no que parece ser, e não tira conclusões precipitadas.

 “Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado" (Pv 19.2)

Na verdade a grande maioria das pessoas não falam por maldade, elas falam por necedade.

“O prudente vê o mal e se esconde; mas os simples passam adiante e sofrem a pena.” (Pv 22.3)

Elizia Lucas










terça-feira, agosto 12
Postado por: Elizia Lucas

Quando tudo dá errado


Sabe quando você tem tudo sob controle, tudo está andando em sua vida e não tem dúvida que terá um futuro brilhante, e de repente, sem perceber dá tudo errado, e você pergunta, “meu Deus, o que eu fiz para merecer tanto sofrimento? Onde está o Senhor, que não está vendo minha situação? Eu não faço mal a ninguém, sou honesta, tudo que tenho foi conquistado com o suor do meu trabalho, por que isso?”

A bíblia diz que Jó era um homem bom, honesto, temia a Deus e procurava não fazer nada que fosse errado (Jó 1:1). Então qual seria seu problema? Aparentemente nenhum, mas quando deu tudo errado em sua vida e perdeu tudo que tinha, não entendeu nada daquilo e se justificava diante de Deus por ser um homem reto e perguntava que pecado havia cometido para passar por todo aquele sofrimento.  Por se achar tão correto não conseguia ver em si nenhum defeito. E depois de tanto reclamar, lamentar e desejar a própria morte, pôde reconhecer que conhecia a Deus só de ouvir, ou seja, por terceiros.

Esse é o problema de muitas pessoas que não conseguem enxergar seus próprios erros, e colocam a razão de seus problemas apenas nos outros e até em Deus. Será que Deus em sua infinita grandeza, justiça e sabedoria seria injusto conosco? O fato é que o ser um humano tem uma tendência de achar que por ele ser uma pessoa boa, honesta simplesmente ela tem direito de tudo de bom, e qualquer mal ou dificuldade que lhe aconteça é injustiça de Deus ou seja lá de quem for. E só quando o "calo" aperta que mostra quem ela é, e no último da dor que aparece (quando aparece) um fio de humildade de reconhecer a sua insignificância diante do todo-poderoso e buscar Nele ajuda. São pessoas em sua maioria religiosas, com uma vida regrada, mas não conhecem a Deus, só tem informações de sua existência, mas ainda não viram, não experimentaram do seu poder.
Só quando há o reconhecimento do seu pecado, depois o arrependimento é que há libertação e consequentemente salvação.

Portanto, é imprescindível analisarmos se realmente estamos na fé, o contrário disso é a dúvida, o medo, a insegurança, e tudo que não provém de fé é pecado. Ninguém pode fazer isso por você, é uma atitude estritamente individual, você escolhe em continuar se convencendo de que conhece a Deus, ou vir se o conhece de verdade. E depois disso, seus olhos verão o que ainda não tinham visto até então, o próprio Deus!
"Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas. Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor."  (Jeremias 9.23-24)

Na fé,
Beatriz Lima










Postado por: Beatriz Lima

Perdi o interesse por meu marido e quase o trai






Bom dia pastor, estou com muita dificuldade em encontrar um novo emprego, é a primeira vez que isso acontece comigo pois, sempre foi muito fácil para mim encontrar trabalhos, mas desde que fui demitida do meu emprego tenho tido dificuldade. Pastor, eu nunca imaginei que seria demitida mas acabei sendo. Já estou ficando desesperada pois não encontro na minha área e nem em outras áreas a impressão que tenho e que estou enviando currículos ao vento. Também estou com problemas no meu casamento, meu marido é uma pessoa muito boa tem um bom emprego e boa remuneração, mas há alguns meses perdi o interesse por ele e quase trai o meu marido mas por um milagre isso não aconteceu. Preciso de ajuda. Obrigada. - A.P





Amiga, não há como escolher os problemas que irão surgir em nossa vida, às vezes, seremos surpreendidos com situações que nunca imaginamos passar, por isso, é necessário investirmos pesado em nossa comunhão com Deus para que tenhamos estrutura para suportar as pressões e seguirmos em frente na direção dos nossos objetivos. Enquanto estivermos ligados a Deus seremos fortes.

Uma das coisas que mais nos atrapalham é a ansiedade, cuidado com ela!  Se permitimos, ela será capaz de tirar as nossas forças e nos levar ao desespero, algo que faz piorar qualquer situação difícil que possamos estar passando. Persevere na fé, fazendo a sua parte e deixe o resto com Deus. Não se impressione com o tamanho da dificuldade, pois, por maior que ela seja, ela continua sendo nada diante do nosso Deus.

Com respeito ao seu casamento, não sei exatamente o que tem acontecido para haver desinteresse de sua parte, mas, uma coisa é certa: está faltando foco e investimento na vida a dois. O problema é que ao invés de tomar medidas para resolver esta questão, parece que você está distraída com outras coisas ou pessoas, o que torna sua mente um terreno fértil para pensamentos, sentimentos e vontades malignas. Desperte antes que seja tarde.

Estarei orando por vocês, que Deus os abençoe muito.

Atenciosamente,

Pr. Rubens Ennes








Postado por: Rubens Ennes

A corrupção não está na política


Acredite! Ainda há no meio evangélico (como costumam chamar) a mentalidade de que um pastor não deve se envolver na política. “Pastor é pastor. Político é político”. Porque na mente de muitos só há a circulação de sua crença dentro da igreja. Porta à fora já começam a desvincular a santidade do “Ide” e não é à toa que preferem ficar na frente da TV, a evangelizar o aflito, lutando com unhas e dentes pra defender a sua fé em meio à perseguições.

E é exatamente diante dessa TV que assistem os maiores casos de corrupção na política e quando pensam em um pastor se candidatando a um cargo político, descem o discurso medroso, distorcido e acomodado sobre a “mesa dos escarnecedores”, e temem que o pastor se corrompa lá dentro; ou que já esteja corrompido antes mesmo de entrar.

A corrupção não está na política. Ela esta presente no coração de alguns homens que não tem vínculo com Deus, independente da posição que ocupem na sociedade; e que em contato com oportunidades de mostrar sua corrupção interior, não perdem tempo.

Diante de tantos casos escandalosos muitos não sabem separar. Acham que política não é de Deus. E essa mentalidade tem deixado muitos encoleirados no seu mundinho onde o ministério se limita à quatro paredes,  sem dar apoio à um representante que lhes defendam as causas humanas, abençoe de forma geral seu Estado e lute contra leis que ridicularizam a família, a juventude e entram em choque com a fé cristã.
Na bíblia, em Gênesis, temos o exemplo de Melquisedeque, que era rei – um político, com o valor de um presidente, se for comparar com nossa forma de governo. E também era Sacerdote de Deus – Como um pastor, escolhido por Deus pra ministrar e abençoar.

“E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; e era este sacerdote do Deus Altíssimo. E abençoou-o, e disse: Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra." (Gênesis 14:18-19)



Então não devemos ver a política como algo do diabo. Uma pessoa pode ser corrupta fora da política. Aliás, é bem comum ver eleitores reclamando de governantes, mas se submetem a trocar seu voto por um benefício pessoal, jurando de dedinho que esse segredo será guardado.

Gostando você ou não, a política continuará a ser feita. Vai chegar janeiro e centenas de deputados irão tomar posse. Não é melhor que entre estas pessoas exista alguém temente a Deus?

Quem é de Deus leva luz onde há trevas, e luta em meio às serpentes sem precisar tomar delas o veneno.
Fé cristã e política deveriam estar mais interligadas e ativas do que costumam estar e muitos não percebem essa importância.
Não podemos nos acostumar a chorar pelo leite derramado. A nossa luta tem que ser agora. Homens de Deus na política - Eu apoio e luto por eles.

Maysa Machado








segunda-feira, agosto 11
Postado por: Maysa Machado

Você costuma deixar as tarefas pra última hora?




O hábito de deixar as coisas pra depois é uma característica inerente ao ser humano. Se sua agenda vive repleta de atividades não concluídas, saiba que você é vítima desse mal, também conhecido por procrastinação. O que fazer então para acabar com a mania de empurrar com a barriga até o último minuto? Antes de mais nada, procure traçar objetivos e prioridades. Mas fuja de metas inalcançáveis e abstratas, senão vai acabar caindo no comodismo novamente.
1. Deixar pra depois é um hábito que deve ser evitado.
2. Programe-se. Tente não deixar pendências.
3. Encare todas as tarefas como desafios que serão cumpridos a tempo.

Você costuma deixar as tarefas pra última hora? Vá atrás de uma motivação maior que sustente suas metas. Por exemplo, se você precisa entregar o relatório com as ações do mês, lembre-se de que ao entregar o material com antecedência ganhará pontos com o chefe e no momento da avaliação de desempenho suas chances de promoção serão maiores.

Planeje seu dia a dia com prazos apertados para que não sobrem pendências. Quanto mais você impuser senso de urgência mesmo em compromissos que não são urgentes, menores serão os riscos de não cumprir seu trabalho. Além, é claro, de sobrar tempo para resolver “incêndios” que surgem sem você esperar.

Por último, adicione doses extras de adrenalina. O hábito de procrastinar é reflexo do modelo mental de determinadas pessoas, ou seja, a maneira como o cérebro delas é programado para reagir às circunstâncias. Por isso, é importante buscar mecanismos que deem ânimo ao que irá encarar pela frente. O estresse e o cansaço são dois grandes vilões nesse processo. Se você anda esgotado, tente desligar nos finais de semana e não deixe de tirar férias. O equilíbrio é fundamental.

Julio Sergio Cardozo
Palestrante, Consultor de carreiras e Conselheiro de empresas










Receba as novidades do Blog em seu e-mail

Mantenha-se informado e atualizado

+ Recentes

Sentido Único ©Copyright - Todos os direitos Reservados.. Tecnologia do Blogger.

Vale o clique!

Arquivo do blog

Copyright © Blog Sentido Único